10 setembro 2017

Insaciável (Insaciável #1) - Meg Cabot




Livro: Insaciável 
Série: Insaciável #1
Autor: Meg Cabot
Editora: Galera Record
Páginas: 504  
Cansado de ouvir falar de vampiros? Meena Harper também. Mas seus patrões estão fazendo ela escrever sobre eles de qualquer maneira, mesmo que Meena não acredite neles.
Não que Meena não esteja familiarizada com o sobrenatural. Veja, Meena Harper sabe como vamos morrer. (Não que você vá acreditar nela. Ninguém nunca acredita).
Mas nem mesmo o dom da premonição de Meena pode prepará-la para o que vai acontecer quando ela conhece e comete o erro de se apaixonar - Lucien-Antonescu, um príncipe moderno com um lado sombrio. É um lado negro que muitas pessoas, como uma antiga sociedade de caçadores de vampiros, preferiria vê-lo morto.
O problema é que Lucien já está morto. Talvez por isso ele é o primeiro cara que Meena já conheceu com quem ela poderia ter um futuro. Entenda, enquanto Meena sempre foi capaz de ver o futuro de todo mundo, ela nunca foi capaz olhar para o dela própria.
E quando Lucien é o que Meena jamais sonhou como namorado, de repente ele pode vir a ser tornar o seu pesadelo. Agora pode ser uma boa hora para Meena começar a aprender a prever seu próprio futuro. . . Se ela ainda tiver um.


                       

Minhas considerações...

Quando a mestre soberana Meg Cabot resolve escrever sobre vampiros temos eu por obrigação tenho que parar para ler né…mas lembro que quando esse livro foi lançado fiquei meio brava porque esse assunto (vampiros) já estava meio manjado e na minha opinião já deu o que tinha que dar kkkkk
Lógico que algumas resenhas neutras sobre esse livro também influenciaram a minha decisão de não ler os livros o mais rápido possível.
Mas meio que ler Lembrança da série A Mediadora me deixou meio carente de Meg então resolvi ler...
Eu acho que a Meg foi meio que atrás da história “real” da origem do drácula o tal do Vlad Tepes o famoso Vlad, O Empalador. E aí os vampiros se parecem mais com vampiros do que outras sagas…só deixando no ar....
Mas é a Meg né entãojá poderíamos esperar por uma heroína que é meio estranha, que não sabe que é bonita e tenta fazer tudo certo. Essa é a Meena Harper personagem de bom coração, mas as vezes não sabe ver o perigo em certas situações kkkkkk

Temos o nosso vampiro bonitão Lucien Antonesco, vou colocar umas montagens dos fãs aqui só para deixar a resenha mais bonita.

    Somos apresentados a Paladina uma organização do vaticano que combate entidade malignas e um dos seus funcionários o Alaric que vai meio que “ajudar” a Meena Harper.
A história em si até que é bem bolada não é de todo ruim, mas também não é aquela maravilha. A verdade é que se eu pudesse voltar atrás eu não leria, sei que tem coisa melhor para ler por aikkkk
Tem muitas referências POPs nesse livro como de costume né, a Meg sempre faz isso. São referências boas, dá até para rir um pouco principalmente quando ela compara os vampiros com uma certa saga ai ....
Mas eu acho que a Meg deveria ter escrito como Patrícia porque poderia ser um romance de época se passado tipo 1800 e qualquer coisa. Eu acho que seria mais romântico mais bonito e dramático.
Mas o pior não é isso, o pior é que são dois volumes e eu já estou lendo o segundo, mas estou lendo o segundo a mais de um mês kkkkkk
Mesmo eu sendo fã da Meg esse livro eu não indico não! Só se você for fã assim como eu, mas já aviso é meio chato.

Citações Favoritas...
Não existem coisas como leitores de mente, Meena. Exceto Sookie Stackhouse
Para ler ouvindo...

Howtosave a life – The Fray

Avaliação



Nenhum comentário:

Postar um comentário